Equipe que está trabalhando no projeto de Atenção à Saúde do Beneficiário

Durante a Pandemia de Covid-19, a Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS, por meio de sua Diretoria de Normas e Habilitação de Produtos – DIPRO apresentou proposta de medidas regulatórias através da Nota Técnica nº 10. Uma das propostas foi a flexibilização da Resolução Normativa nº 259, de 2011, prorrogando alguns prazos de atendimento.
Contudo, a nota ressalta que algumas coberturas prosseguem com seus prazos mantidos, entre elas, os tratamentos continuados cuja não realização ou interrupção coloquem em risco o beneficiário.

Na Odontologia, alguns tratamentos poderiam ser incluídos como potenciais causadores de complicações. A Endodontia e a Periodontia são comprovadamente responsáveis por diversas manifestações sistêmicas. Durante o tratamento ocorre a bacteremia transitória, podendo causar complicações como celulite, osteomielite, septicemia, angina de Ludwig, entre outras.

A Uniodonto Campinas ciente da sua responsabilidade de gerir a saúde de seus beneficiários, realizou durante a pandemia uma ação de monitoramento e controle dos tratamentos endodônticos que porventura, poderiam ter sido suspensos. Escolheu a Endodontia, devido aos quadros álgicos antes, durante e pós tratamentos. A Área de Saúde e Prevenção promoveu a busca ativa, via contato telefônico, com cada cliente que possuísse em nosso banco de dados, uma guia de tratamento endodôntico ainda não encerrada, mais passíveis de apresentarem quadros e com potencial infeccioso em casos não concluídos.

A pesquisa procurou identificar pacientes cujas restaurações provisórias pudessem estar ausentes, ou mesmo incompletas, que permitiriam infiltrações de bactérias. Também procurou-se saber se durante o período de suspensão, houve dor e/ou necessidade de atendimento de urgência. Além da condição clínica, a ação questionou se o profissional responsável pela assistência ofereceu algum suporte ao beneficiário.

Pensando nisso, a Uniodonto Campinas criou o Projeto de atenção à saúde do beneficiário, com o intuito de garantir o bem-estar e a saúde dos pacientes que precisaram interromper o tratamento de canal por causa da COVID-19.

O objetivo desse novo projeto é a retomada e finalização do tratamento de canal que foi temporariamente interrompido. A equipe da área de Saúde e Prevenção entra em contato com os beneficiários de empresas contratantes da Uniodonto Campinas que estavam realizando o procedimento e, com a aplicação de um questionário, avalia caso a caso.

Para atender o mais rápido possível e evitar complicações, nossa equipe verifica se o profissional que estava atendendo pode seguir com o tratamento ou, se for necessário, encaminha o paciente para outro profissional. Além disso, todos os beneficiários podem contar com o atendimento de urgência diretamente na Uniodonto Campinas.

Teleorientação odontológica

Para atravessar esse momento tão excepcional, a Uniodonto Campinas também lançou a teleorientação odontológica. A equipe de cirurgiões-dentistas especialistas está pronta para tirar dúvidas sobre tratamentos e exames eletivos, procedimentos de urgência e para auxiliar no encaminhamento para a rede credenciada ou Plantão 24h. E os resultados já são expressivos. Somente até o mês de junho, foram 1.066 atendimentos.

O serviço é totalmente gratuito, disponível para beneficiários e o público em geral, e funciona todos os dias da semana, das 8h às 18h. Para entrar em contato, o beneficiário tem à sua disposição um número 0800 e o WhatsApp.