O setor de saúde brasileiro está inserido em um ambiente de constante transformação, com avanços tecnológicos e a entrada de novos players no mercado, exigindo processos mais estruturados e práticas de governança corporativa mais robustas das operadoras.

Na agenda regulatória, a ANS propôs ações sobre a sustentabilidade do setor ampliando o debate sobre temas como atenção à saúde dos beneficiários, modelos de remuneração baseados em valor, transparência nas informações econômico-financeiras, de forma a assegurar aos envolvidos, práticas prudentes de administração num modelo transparente e maduro de gestão.

A Uniodonto Campinas em consonância com as exigências regulatórias, e da crescente necessidade de inovações no setor, resolve criar um novo modelo disruptivo de gestão, focado em três pilares de desenvolvimento: Governança, Compliance e Acreditação. Em julho de 2020 foi lançado o programa com a criação de sete núcleos coordenados por um Comitê Estratégico, para que até dezembro de 2021, a Uniodonto Campinas esteja em conformidade aos requisitos das resoluções normativas 443 e 452.

A RN 443 estabelece padrões mínimos para o estabelecimento de um sistema de Governança eficiente, que assegure transparência, equidade, conformidade e sustentabilidade. Caberá aos núcleos de Riscos e Controles, Capital Regulatório, Riscos Legal e Operacional e de Sustentabilidade desenvolverem em formato de projetos, com prazos e entregas pré-estabelecidos, todas as políticas , manuais de boas práticas, códigos de conduta, matriz de riscos e controles, garantindo assim, total aderência à resolução normativa 443.

Para alcançarmos a RN 452, norma voltada a qualificar a prestação dos serviços da Saúde Suplementar, induzindo a mudança na atenção e propiciando uma melhor experiência ao beneficiário, foram criados os Núcleos de Ética e Políticas Internas e o Núcleo de Qualificação da Rede, que juntamente com o de Riscos e Controles atenderão aos 134 requisitos necessários para a certificação. Atender as RNs 443 e 452, exige um grau de maturidade de gestão altíssimo, abrangendo ao menos 6 ISOs: ISO 9001/9004/19011 para a implementação de um sistema de gestão da Qualidade e ISOs 31000/19600/37001 para o sistema de gestão de riscos, antissuborno e compliance. O desafio é hercúleo exigindo engajamento de todos os funcionários e corpo diretivo da cooperativa.

Para completar a jornada de desenvolvimento, não podemos deixar de ressaltar a obrigatoriedade de adequação à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). A referida lei traz responsabilidades no tratamento de dados pessoais colocando o cidadão no centro do poder de decisão sobre o que as empresas podem coletar e tratar, com total privacidade e transparência. Para tanto, se fez necessário alterar processos, criar novas rotinas, treinar equipes e desenvolver uma intensa cultura de comunicação interna e externa, contribuindo para o intenso momento de transformação e ebulição que vive a Uniodonto Campinas.

O cooperativismo vive um cenário de plena expansão e vem transformando realidades em mais de 100 países. Os números positivos refletem à geração de emprego e renda nos diversos setores econômicos. O principal diferencial do cooperativismo é a união de pessoas em torno de um ideal comum, gerando desenvolvimento compartilhado, transformando cidades, estados e países.

A Uniodonto Campinas ciente de seu papel neste cenário, de forma corajosa e inovadora, convida todas as singulares do sistema, a serem ferramentas de transformação, criando um novo modelo de Gestão com foco na eficiência de processos e pessoas, desenvolvimento de tecnologias para ofertarmos serviços centrados na percepção de valor pelos nossos beneficiários.

Dra. Jacqueline S. Oliveira
Coordenadora de Qualidade